Resenha – Corvo Negro de Ann Cleeves

Suspense Psicológico. Ann Cleeves conseguiu me surpreender com esse livro. Toda a construção dos personagens foi muito bem feita e só consegui descobrir quem foi o autor dos crimes quando ele foi revelado. Fiquei boquiaberta com a descoberta porque, nem de longe, era quem eu estava imaginando!

4estrelas Depois da morte da mãe, Catherine Ross se muda com o pai para o gélido arquipélago de Shetland, na Escócia, onde reside uma pequena e pacata comunidade. Apaixonada por filmes, seu grande sonho sempre foi se tornar cineasta. Por isso, quando um de seus professores da escola propõe à turma um trabalho sobre a região em que vivem, ela decide fazer um documentário sobre os costumes locais.

Catherine não tem dificuldades para produzir o material. Observadora nata e dona de uma personalidade crítica, ela sabe exatamente quais aspectos de Shetland devem ser abordados e quais personagens explorar. Então, na véspera do Ano-Novo, ela convence Sally Henry, sua amiga mais próxima, a acompanhá-la numa visita a Magnus Tait, um ancião com problemas psiquiátricos evitado por todos.

Há oito anos, desde que foi acusado de matar Catriona Bruce – uma menina que frequentava sua casa -, Magnus não recebe mais visitas. Sua única companhia é o corvo negro que vive engaiolado em sua sala. Embora todos tenham certeza de que ele é  culpado, o corpo de Catriona nunca foi descoberto e não há provas que o incriminem.

Quando Catherine e Sally batem à sua porta com o pretexto de lhe desejar feliz ano-novo, é com muito entusiasmo que Magnus as recebe. Mas, quatro noites depois, outro corpo é abandonado na neve: o cadáver de Catherine. Exatamente na colina onde Magnus vive isolado, ao caminhar para casa, Fran Hunter é surpreendida por um cachecol vermelho em meio às camadas brancas da neve.  No chão congelado, o corpo estrangulado de Catherine Ross, mutilado pelas bicadas dos corvos.

Quando a equipe de investigação do detetive Jimmy Perez descobre que a jovem morava na mesma casa em que viveu a família de Catriona, todas as evidências parecem apontar mais uma vez para o ancião. Ou quase todas. Ao procurar o documentário, Perez descobre que ele foi roubado. Agora, além de entender a ligação entre os crimes, ele também precisa desvendar os segredos guardados no primeiro e único filme de Catherine Ross.

Link: Skoob | Comprar

Resenha

SAM_1327

O que mais me cativa em livros policiais é aquela sensação de estar fazendo parte das investigações. Acompanhar junto aos personagens cada descoberta, cada nova prova e ir construindo o perfil do assassino me fascina. Corvo Negro me proporcionou todas essas sensações e ainda conseguiu me surpreender com o final. Esse é o segundo livro lido esse ano que não consegui descobrir quem era o assassino antes do mesmo ser revelado. Na verdade, apesar de minhas suspeitas de quem fosse, não consegui ter certeza em momento nenhum.

O romance é narrado em 3ª pessoa e aborda 4 visões diferentes. São quatro personagens e quatro frentes narrativas. A narrativa alterna entre quatro personagens centrais: Jimmy Perez (o detetive), Fran Hunter (encontrou o corpo), Sally Henry (amiga de Catherine) e Magnus Tait (o acusado) e alguns secundários. Toda a trama vai se desenrolando a partir do ponto de vista deles e o mistério está sempre presente. A cada página lida, a tensão e o suspense foram aumentando. Como todo bom suspense psicológico a narrativa não tem muita ação, mas o enredo é tão envolvente que o leitor não percebe que as coisas vão caminhando lentamente e se prende à leitura de tal forma que só quer parar de ler quando chegar ao final. Pelo menos comigo foi assim. O cenário, contribuiu e muito para todo esse clima misterioso. Como a autora mora em Shetland, ela fala com muita propriedade do local e conhece cada lugar descrito no livro.

Os personagens foram bem construídos. O detetive Perez virou meu mais novo policial queridinho. Ele é inteligente e sensível e não se deixou levar pelas evidências que apontavam para o principal suspeito. Investigou o caso a fundo até descobrir o verdadeiro responsável pelos crimes que ocorreram na ilha. Confesso que suspeitei de algumas pessoas, por suas atitudes estranhas diante dos fatos, mas em momento algum consegui ter certeza absoluta de quem era a  mente criminosa por trás de tudo.

SAM_1328

Achei que a autora pecou ao apresentar a motivação para o crime. Depois de uma construção profunda de cada personagem envolvido na história, de uma trama complexa e do crime no mínimo brutal, achei que a motivação foi muito fraca. Na verdade, a forma como a autora apresentou o motivo que levou ao crime, foi muito superficial e foi isso que me levou a dar 4 estrelas para o livro. Me surpreendi com o final, com toda certeza. Nunca iria imaginar quem é o verdadeiro assassino, mas senti falta de uma maior explicação do motivo.

Corvo Negro é o primeiro livro da série Shetland. A série tem como protagonista o detetive Jimmy Perez e se todos os livros seguirem o modelo do primeiro, todos tem o encerramento do caso. Fiquei muito curiosa a respeito dos outros livros da série e estou louca pra ler todos. Quero ver mais das ações de Perez como detetive e saber o que o futuro reserva para ele, já que Corvo Negro deixou uma grande brecha para um possível romance. Estou torcendo para que a Editora Record traga para o Brasil os 5 livros. Descobri que existe uma série televisiva de nome Shetland que é baseada nos livros. Se você for assistir poderá pegar spoilers…

Resumindo: para quem gosta de livros policiais e suspense psicológico, Corvo Negro é um ótimo livro e está mais do que recomendado. Nesse livro você encontra uma trama envolvente, muito suspense e um final inesperado.

4estrelas

Livros da Série Shetland – Ann Cleeves

1- Corvo Negro
2- White Nights
3- Red Bones
4- Blue Lightning
5- Dead Water

Ficha Técnica

Título: Corvo Negro
Autor: Ann Cleeves
Editora: Record
Edição : 1 / 2014
Idioma : Português
Número de Paginas : 352
Tradutor : Carlos Duarte e Anna Duarte

Link: Skoob | Comprar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

  • Giovanna Territsen

    Gente que livro! Estou louca para ler. Tem todo os ingredientes para um livro perfeito. Amoooo esse tipo policial e irei correndo comprar o meu. Adorei a resenha!!! parabens

%d blogueiros gostam disto: