Resenha: Outlander – Escrito com o sangue do meu coração (Livro 8) de Diana Gabaldon

Romance/Fantasia. Mergulhar no universo de Outlander é uma experiência recompensadora. Desta vez, Diana nos presenteia com uma história repleta de ação, momentos tensos e um amor cada vez mais forte entre Jamie e Clare.

Sinopse

Perseguido pelas tropas de George Washington, o exército britânico está se retirando da Filadélfia. Pela primeira vez, os rebeldes têm a esperança de vencer. Mas, para Claire Fraser e sua família, há questões mais urgentes que uma revolução.
Jamie voltou dos mortos exigindo saber por que ela se casou com seu melhor amigo, lorde John Grey. Ao mesmo tempo, ele precisa enfrentar William Ransom, que está furioso porque acabou de descobrir que é seu filho ilegítimo e foi enganado por anos.
Enquanto Claire tenta impedir que seus maridos se matem, Brianna lida com os próprios problemas no século XX. Seu marido, Roger, foi para o passado em busca do filho raptado, mas na verdade o sequestrador está no presente, ameaçando a vida de sua família…
Escrito com o sangue do meu coração é mais um capítulo da histórica saga de Diana Gabaldon, que une com maestria a realidade crua da guerra, o viés fantástico da viagem no tempo e os dramas familiares em um romance viciante e delicioso.

Resenha

Após um ano com ressaca literária e vários livros iniciados (deixados de lado), Escrito com o sangue do meu coração foi o responsável por me trazer de volta às leituras.

Não é segredo para ninguém o quanto amo essa série. Me envolvo tanto com a história que chego a sonhar com o universo criado por Diana Gabaldon. Claire e Jaime são meus protagonistas preferidos e Claire é um exemplo de mulher para mim. Ela é forte, destemida, capaz de colocar a própria vida em perigo para salvar os outros, luta por seus ideais, é sincera consigo mesma e, apesar de ser uma super mãe, também luta por sua felicidade com unhas e dentes.

E Jamie… é o amor da minha vida! O homem perfeito com todos os seus defeitos.

Eu amei outras pessoas e ainda amo muitas, Sassenach… mas é você quem guarda o meu coração inteiro nas mãos.

Não dá para descrever em palavras tudo o que eu sinto ao ler essa saga. É tudo muito intenso e eu não consigo expressar o que essa história representa para mim.

O livro oito tem um ritmo bem mais acelerado em relação aos livros seis e sete. Um acontecimento sufocante após o outro, encontros inesperados, uma guerra no meio e momentos de partir o coração. Não seria Outlander se não houvesse uma tragédia…

Meu coração ficou tão quentinho no fim da página 883 e ao mesmo tempo desesperada para saber o que iria acontecer que corri para iniciar o livro nove. Por sorte ele já estava em minha estante esperando sua vez de ser lido.

Enfim, se você ainda não leu essa saga, comece agora mesmo e tenho certeza que não irá se arrepender. Com Jamie, Claire e companhia limitada você vai se deliciar com uma envolvente história de amor madura, viagens no tempo, cenários maravilhosos e uma infinidade de personagens apaixonantes (e alguns odiosos).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments