Resenha: Uma Paixão e Nada Mais de Mary Balogh

Romance de Época. Apesar de não ser meu livro predileto da série, gostei da leitura. Em “Uma paixão e nada mais” as coisas acontecem de forma lenta, mas o final me deixou com o coração aquecido e completamente apaixonada pelo casal. Mary Balogh sempre me encanta!

Sinopse

Ao voltar para casa depois das Guerras Napoleônicas, Flavian, o visconde de Ponsonby, ficou arrasado ao ser abandonado pela noiva.

Agora a mulher que partiu seu coração está de volta, e todos estão ansiosos para que eles reatem o noivado. Exceto Flavian, que, em pânico, corre para os braços de uma jovem sensível e encantadora.

Apesar de ter sido casada por quase cinco anos, a viúva Agnes Keeping nunca se apaixonou, nem quer se apaixonar. Aos 26 anos, ela prefere manter o controle de suas emoções e de sua vida. Porém, ao conhecer o carismático Flavian, fica tão arrebatada que acaba aceitando seu impetuoso pedido de casamento.

Quando descobre que Flavian pediu sua mão apenas para se vingar da antiga paixão, Agnes decide fugir. Mas Flavian não tem a menor intenção de deixar a esposa partir, principalmente após descobrir que, para sua própria surpresa, está completamente apaixonado por ela.

Resenha

É bem difícil fazer resenhas de livros de série e não ficar repetitivo. Sempre que escrevo algo sobre as obras de Mary Balogh, repito o quanto sou apaixonada pela autora. Continuo declarando meu amor por ela, apesar dos probleminhas que encontrei neste livro.

Flavian é um dos personagens do Clube dos Sobreviventes que mais amo e um dos que mais queria conhecer a história. Acho que por causa disso eu fui com muita sede ao pote. Não que a história dele seja ruim ou o livro  ruim, mas algumas coisas não funcionaram muito bem comigo. Vou tentar explicar.

Flavian é o personagem mais sarcástico dentre os integrantes do clube, e eu já desconfiava que isso era uma espécie de defesa dele, porém, achei que faltou algo para o personagem ser melhor desenvolvido. O achei maçante e chato em alguns momentos e a narrativa arrastada não ajudou muito. Demorei a ler, dias para falar a verdade, e costumo ler romances de época em no máximo dois dias. 

A trama se desenvolve lentamente e demorei a pegar ritmo. Os problemas com Flavian foram compensados com Agnes, que teve um crescimento bem visível na trama. 

Foi interessante ver uma maior interação entre os membros do clube e também poder matar a saudade dos outros casais. Não posso dizer que esse é o meu livro predileto da série, mas apesar dos problemas, é uma boa leitura e vale a pena ler. Demorei a terminar mas quando li a última página, meu coração estava quentinho e eu, completamente apaixonada por esse casal. Já quero muito o livro do Ralph!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: