Aliando Excel com suas leituras favoritas

Organizar as leituras também pode acabar em bagunça se você não usar as ferramentas certas. E é exatamente para isso que planilhas de Excel servem: para te ajudar a organizar dados, até mesmo aqueles sobre os seus livros!

Para você que deseja criar uma planilha bonita e funcional para catalogar os seus livros e organizar as suas leituras, veja dicas essenciais para começar a sua agora mesmo.

1. Modelo da Planilha

Com o documento criado, é hora de colocar a mão na massa. Defina quais são os dados essenciais para o seu controle de livros e disponibilize os títulos em colunas. Veja alguns exemplos:

  • Liste os livros que você tem na estante. Você pode criar colunas que contenham dados como um número de identificação, título do livro, nome do autor, número de páginas, entre outras informações que você considerar relevantes sobre a obra.
  • Adicione informações gerais sobre o livro. Pode ser uma sinopse curta ou até mesmo as notas que você tomar durante a leitura. Assim, você pode consultar informações relevantes sobre o exemplar sem ter que procurá-las página por página.
  • Crie uma coluna para estimar datas de início e fim das leituras. Essa é a forma mais efetiva de conseguir controlar os seus próprios prazos. Estipule uma data para começar e terminar as leituras e tenha um planejamento por tempo determinado – 20 livros lidos durante um ano, por exemplo. Não se esqueça de atualizar os dados conforme concluir suas metas.
  • Crie uma coluna para status de leitura de cada livro. Você pode usar apenas três opções: lido, não lido e lendo. Dessa forma, fica fácil consultar quais e quantos livros você já leu, quais ainda precisa inserir no seu calendário e quantos está lendo simultaneamente.

Estes são alguns dados básicos e práticos para adicionar à sua planilha de leitura, mas sinta-se livre para complementá-los com outros ou personalizá-los conforme as suas necessidades!

2. Dicas do Excel

A criação das colunas com os dados relevantes é a parte fácil de criar uma planilha de leitura, mas de que forma o Excel ajuda a consultar as informações de forma prática? É trabalhoso ter que ficar lendo linha por linha para achar um dado – e você não precisa fazer isso. Veja as dicas a seguir:

  • Congele a primeira linha do arquivo. A primeira linha do arquivo, com os nomes das colunas que você vai inserir na sua planilha, pode ser congelada. O Excel oferece esse recurso para que você possa scrollar a tela sem deixar de visualizar as referências dos dados inseridos nas células. Assim, você consegue ver que a primeira coluna é para o número de identificação; a segunda para o título do livro, a terceira para o nome do autor, e por aí vai.
  • Ative o filtro para facilitar buscas. No menu superior, é possível ativar o filtro para colunas. Com ele, você não precisa buscar uma informação em cada linha; basta filtrar o dado desejado. Por exemplo: na coluna de status de leitura, você pode filtrar para que apenas os livros lidos apareçam na tela. Basta selecionar o filtro “Lidos”, que será criado automaticamente (desde que você use sempre o mesmo texto em todas as células) e pronto: você consegue consultar de forma rápida os exemplares que já leu.

3. Crie e personalize!

Essa planilha é uma facilitadora para quem gosta de manter a organização e controle de assuntos do dia a dia. Isso significa que você pode usar o mesmo raciocínio usado aqui para construir planilhas de gerenciamento de outros tópicos que sejam importantes para você: contas de casa, planejamento de viagem, hábitos alimentares, entre muitos outros.

Seja qual for o tipo de controle que você queira criar, é essencial ter conhecimento sobre o Excel. A ferramenta tem muitos conceitos e opções a serem explorados, que tornam dados mais fáceis de serem buscados e consultados, assim como a automatização de cálculos e outras ações básicas.

O Curso de Dashboard em Excel é super didático, online e tem como foco ensinar sobre a construção de painéis de controle, passando pela escolha dos principais indicadores que serão utilizados, o desenho do rascunho, sua estrutura, fórmulas e tabelas auxiliares, até chegar na construção do dashboard propriamente dito – como o de leitura, sobre o qual falamos hoje!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: