5 Motivos para Ler: As Coisas que Fazemos por Amor

Sabe quando lemos um livro e achamos ele tão bom que queremos indicar pra todo mundo? Falamos aquele quote que nos chamou a atenção, enumeramos os pontos positivos, contamos incessantemente aquela cena que marcou e algumas vezes acabamos soltando aquele spoilerzinho que só aguça a curiosidade do amigo.

As Coisas que Fazemos por Amor da Kristin Hannah é desse tipo de livro, os que recomendamos para o amigo, o crush, a mãe, o tio, o periquito e até o papagaio! Foi uma das minhas melhores leituras de 2018 e agora quero indicar ele pra você. Vou te dar 5 motivos para ler o livro e depois que você ler, me conta se eu não tinha razão!

Antes de te falar os motivos, se quiser conferir a resenha dele basta clicar aqui. E se quiser comprar um exemplar só clicar aqui. Agora vamos ao que interessa!

1 – Um drama digno de uma família italiana

Eu iria falar um drama digno de novela mexicana, mas seria um exagero, até porque, Kristin soube dosar muito bem todo o drama do enredo. É aquele tipo de livro que faz a gente sofrer junto com o personagem, derramar rios de lágrimas e ainda ficar com o coração aquecido. Tem choro, gritaria e muita massa regada à vinho no final do dia!

2 – Personagens reais

Se tem uma coisa que eu odeio são aqueles personagens super perfeitinhos, sem defeitos e que claramente o autor tenta nos fazer gostar deles, enfiando esse “ser supremo” goela abaixo. Isso não existe neste livro! Ouvi um amém? Em As coisas que fazemos por amor os personagens são reais. A autora nos apresenta personagens com seus defeitos e qualidades, pessoas normais que poderiam muito bem ser nossa mãe, um vizinho ou um parente. Por exemplo, a Angela (a protagonista) tem a minha idade e frustrações bem semelhantes às minhas. Se me identifiquei com ela? Óbvio que sim!

3 – Quotes que nos levam a refletir

Como eu falei no item acima, me identifiquei muito com a Angela, então vocês conseguem imaginar o tanto que marquei o livro? Tem vários trechos que quero reler e reler, porque realmente me fizeram pensar muito sobre a minha vida. Fiquei um bom tempo tentando assimilar tudo que li após concluir essa leitura e foi difícil me desprender do enredo tão imersa fiquei na narrativa.

“Angie apoiou as mãos no gradil de madeira gelado e se inclinou para a frente. Por um segundo, pensou ter ouvido o mar a distância, depois percebeu que era um avião cruzando o céu. Suspirou. Queria perguntar à mãe como tinha chegado àquele ponto: solteira e sem filhos aos 38 anos. Mas sabia a resposta. Deixara o amor escorrer entre os dedos.”

4 – Uma família “perfeita”

A família DeSaria é italiana e como todo bom italiano quem manda na bodega é a Mama! São super unidos, aquele tipo de família que está sempre pronta a ajudar, acolher e mostrar que tudo tem solução. Mas não se iluda… eles não são perfeitos, muito menos aquelas famílias de comercial de margarina. Tem umas brigas e umas esquisitices entre eles que faz a gente dar muita risada. Quem conhece os DeSaria se apaixona e acaba se sentindo parte dessa família enorme! Quero meu presente de Natal também…

5 – Um enredo envolvente

Sim, é um drama, portanto faz a gente chorar. É uma trama com um tema dolorido, complicado e tenso, mas a autora soube trabalhar tão bem tudo isso que a leitura tem seus momentos de leveza. Do início ao fim o leitor se sente tragado pela história, fica preso nela e por mais que o final seja bem clichê, você se descobre justamente torcendo por esse final. Não poderia ser de outra forma. Terminamos com a cabeça fervilhando de pensamentos, os olhos cheios de lágrimas e o coração super aquecido.

Acho que depois desses cinco motivos para ler o livro, consegui te convencer, né? Se ainda não consegui, deixa eu te dar um bônus então: tem um homem lindo e maravilhoso na vida de Angela que você precisa conhecer!

Beijokas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: