Resenha: Quando a Bela domou a Fera de Eloisa James

Romance de Época. Uma história espirituosa, envolvente e apaixonante. A releitura mais deliciosa do clássico A Bela e a Fera que você vai ler!

cinco flores

Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, “Quando a Bela domou a Fera” é uma releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos.

Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher.

Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas.

No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?

Link: Skoob | Comprar: SaraivaAmazon

Resenha

Quando a Arqueiro anunciou a publicação dessa série, fiquei extremamente ansiosa para que chegasse logo o dia de ter os livros em minhas mãos. Também fiquei com receio, com medo do que acharia, principalmente desse livro, pois é a releitura de um dos contos de fadas que mais gosto. Aproveitando todo o hype do lançamento do filme, a editora lançou a releitura de A Bela e a Fera, na visão de Eloisa James. E já posso afirmar que é uma das melhores que já li até hoje.

Linnet é a nossa Bela. Bela em todos os sentidos da palavra. Ela é graciosa, meiga, mais bonita que o sol e a lua, inteligente e charmosa. Não é a toa que ela é a mulher mais desejada da temporada. Todos os cavalheiros ficam babando por ela, inclusive um dos príncipes. Quando menos espera, Linnet se vê envolvida em um escândalo com o príncipe Augusto, escândalo que foi inventado pelas más línguas, e o tão esperado pedido de casamento não acontece e nem pode acontecer. Ela é apenas a filha de um Visconde e o príncipe jamais casaria com ela.

Na tentativa de salvar a reputação arruinada da filha, o Visconde faz um acordo com um Duque que há tempos está desesperado para casar seu filho (um Conde temido por conta de seu temperamento explosivo) e Linnet se vê a caminho do País de Gales para conhecer seu noivo recluso e nada amistoso. Mas, as aparências (e reputações) podem enganar e muito.

Piers, o Conde de Marchant, faz realmente jus à sua reputação e o seu humor é tão insuportável que ele vive recluso em seu castelo e é conhecido como a Fera. Poucas pessoas o toleram e quase nenhuma sabe que ele precisa conviver com uma dor insuportável em sua perna defeituosa. Por conta do acidente que ele sofreu e que ocasionou o problema em sua perna, as pessoas acreditam (inclusive seu pai) que ele não pode mais satisfazer uma mulher, nem gerar herdeiros.

Piers nutre uma raiva muito grande por seu pai e quando o vê chegar ao castelo com a mulher mais linda que ele já viu na vida, seu humor fica cada dia pior e é claro que ele se recusa a casar com Linnet. Por outro lado, ela se recusa a casar com um homem que não a deseja, mas o que mais deixa Piers intrigado é que ela é a única mulher que consegue compreendê-lo como ninguém nunca o fez.

Com seu temperamento forte, Linnet se recusa a ser intimidada por Piers e dessa convivência aos trancos e barrancos, ambos descobrirão que o amor vai muito além das aparências (e reputações).

-Para uma jovem que, recentemente, estava se engalfinhando com a realeza, você é notavelmente pudica. Não apresento perigo algum à sua castidade. Além disso, podemos ir bem cedinho, enquanto sua dama de companhia ainda estiver dormindo. Ah, espere! Você não tem uma dama de companhia.

Acho que vocês não tem noção do quanto esse livro é delicioso de ler! É a primeira vez que leio algo de Eloisa James e todas as minhas expectativas para essa obra foram superadas. A autora conseguiu unir o que há de melhor nos romances de época e nos contos de fadas, nos presenteando com uma narrativa envolvente, divertida e ao mesmo tempo tão tocante.

O drama existe e em um determinado momento  meu coração ficou em pedaços, mas a autora trabalha o drama de uma forma tão sutil que é gostoso de ler e terminei o livro suspirando. Os personagens são muito bem construídos e já me apaixonei por eles desde o primeiro momento!

Não sei dizer a vocês o que foi que mais gostei nesse livro. Não sei se foram os personagens divertidos, inteligentes, sarcásticos e apaixonantes; não sei se foi a história extremamente divertida e emocionante; ou se foi a escrita envolvente de Eloisa James. A única coisa que eu sei e posso afirmar categoricamente é que essa é uma das melhores releituras do conto A Bela e a Fera e que esse romance de época lindo já virou um dos meus favoritos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

  • Oi Thaisa, este livro é maravilhoso mesmo. Desde o enredo, capa e personagens, tudo dele me agradou. A pegada de humor sarcástico dos personagens foi uma das coisas que mais gostei. Uma bela releitura para o meu conto de fadas preferido.
    Bjs, Rose.

  • mluizari

    Já adoro A Bela e a Fera e quando vejo um livro de releitura dessa história, já sei que muito provavelmente vou gostar, admito que não curto muito romances de época, para falar a verdade, li um que não gostei muito e acho que depois disso fiquei um pouco traumatizada, mas esse livro parece realmente muito bom, achei legal o personagem ser inspirado no Dr. House, porque é uma série que adoro e deve ser incrível poder ler sobre alguém que possui algumas de suas características, fiquei com muito vontade de ler essa história, quem sabe não é ela que vai me mostrar que romances de época são bons, não é mesmo?
    Beijos!

  • Michele Lopez

    Olá,
    Embora não goste muito de releituras e até mesmo de conto de fadas, estou bem curiosa para conferir essa obra pelo fato de ser sobre a bela e a fera.
    Fico feliz que tenha gostado tanto e isso me anima.
    Quero muito saber porque seu coração ficou despedaçado com o drama desenvolvido!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

%d blogueiros gostam disto: