Resenha: A Rainha dos condenados (As crônicas vampirescas livro 03) da Anne Rice

Fantasia. Após vermos Lestat de Lioncourt fazer sucesso como um roqueiro, agora vamos acompanhar sua jornada após ele ter despertado Akasha, a mãe dos vampiros!

quatro flores

Em ‘A Rainha dos Condenados’, a escritora americana Anne Rice, traz vampiros para todos os gostos. Jovens e delinquentes, como Baby Jenk, da Gangue das Garra, românticos como Armand e Daniel, estudiosos como Jesse, que investiga para a organização conhecida como Talamasca, a história desses seres estranhos, imortais misturados entre mortais, para quem sangue, sexo e morte são elementos indissolúveis do dia-a-dia. Reunidos em torno de Lestat, eles respondem ao chamado de sua música quase hipnótica e correm, ao longo da narrativa de Anne Rice, um perigo difícil de evitar. É que o som de Lestat, desperta Akasha, a mãe dos vampiros, a encarnação da força maléfica feminina, disposta a escolher os justos, entre os vampiros, por meio de um banho de sangue.

 

Link: Skoob | Comprar: SaraivaSubmarinoAmazon

Resenha

Primeiro de tudo, tenho o dever moral de avisar a todos os queridos leitores que, se ainda não leram os outros dois livros anteriores da série As Crônicas Vampirescas, não continuem com a leitura desta resenha, pois ela conterá spoilers dos livros anteriores. Okay? Okay!

Lestat está radiante, roqueiro famoso, acabou criando milhares de inimigos mortais (e imortais também), e durante o seu show ele acaba despertando Akasha, a mãe de todos os vampiros, com sua música.

Esse livro, ao contrário dos outros, pode confundir um pouco o leitor. Ele começa com uma coletânea de histórias que acabam todas convergindo na história principal de Lestat e Akasha. Vemos Daniel, o “escritor” de Entrevista do Vampiro, pupilo de Armand. Temos  também a agonia de Marius e o sonho das gêmeas ruivas que parecem assombrar a todos os imortais.

Não posso me aprofundar mais pois, não quero correr o risco de dar spoilers da trama. Mas as histórias aparentemente divergentes vão se costurando e em determinado momento conseguimos entender a relevância de cada uma delas.

Até o momento foi o livro mais difícil de ler da série, e em algumas partes foi até enfadonho. Entretanto, a história continua maravilhosa e eu amei! Definitivamente, a cada novo livro a Anne Rice vai conseguindo desenvolver e amadurecer os personagens de uma forma única! Vale a leitura!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: