Resenha: #Partiu Vida Nova de Leila Rego

Chick-lit. Com uma narrativa deliciosa, a autora nos leva a pensar sobre o amor, a família, os valores e a amizade.

quatro flores

Como muitas garotas pobres do interior, Mariana também sonhava em se casar com um cara perfeito, ter uma casa arrumada e ser feliz “até que a morte os separe”. Mas o sonho dela parecia ter sido turbinado: ela ia se casar com Eduardo, médico, lindo, rico, cobiçado e divertido, ia morar em um superapartamento no melhor bairro da cidade, e nunca tinha se sentido mais feliz com seu vestido de noiva de marca e um guarda-roupa repleto de peças de grife que ela tanto valorizava. Depois de uma trabalheira maluca e da organização de todos os detalhes, o grande dia havia chegado. E, se dependesse dela, tudo sairia maravilhoso! Ela estava em seu quarto sozinha, terminando de se arrumar para a cerimônia, quando o noivo aparece de repente e diz que precisa conversar, pois não se sente pronto para casar. A imagem do casal em cima do bolo começa a desabar… O que aconteceu com Edu? Mari necessita de respostas, nada mais faz sentido. Agora, ela precisa ir atrás da verdade, nem que para isso tenha que descer do salto, arregaçar as mangas e fazer um longo caminho de volta, até conseguir finalmente começar a aproveitar a sua tão sonhada vida nova.

Link: Skoob | Comprar: SaraivaSubmarinoAmazon

Resenha

Chick-lit é um gênero que não leio muito, mas não é por não gostar, é simplesmente por não conseguir encaixar livros do tipo em minhas leituras. Vocês sabem que dou prioridade aos livros de parceria, portanto os livros que tenho aqui na estante ficam aguardando sobrar um tempinho pra eles. Fico muio feliz quando aparecem livros do gênero nas editoras parceiras, pois é minha oportunidade de ler e dar boas risadas. Chick-lits são ótimos para dar aquela descansada pós leituras mais densas.

Primeira vez que leio algo de Leila Rego e já estou apaixonada pela escrita da autora. Confesso que esse livro foi uma tremenda surpresa pra mim, pois achei que não iria gostar muito da leitura (baseada nas primeiras 80 páginas do livro), mas fui surpreendida de uma maneira muito positiva e no final me vi torcendo muito por Mariana.

Mariana é uma menina pobre que mora no interior de São Paulo e que em um belo dia conhece um lindo rapaz no cursinho. Os dois acabam se apaixonando e engatam um namoro digno dos contos de fada. Eduardo é um rapaz lindo, riquíssimo, super educado e médico. O tempo passa e 6 anos de namoro depois chega o dia do tão sonhado casamento e tudo o que Mari quer é que esse dia seja perfeito, mas as coisas não são bem assim… Eduardo está em dúvida sobre o casamento e momentos antes da cerimônia resolve romper o noivado e cancelar o casamento. Claro que Mariana ficou arrasada e sem entender os motivos que o levaram a fazer isso.

Após um período crítico de isolamento, Mariana toma um choque de realidade e aceita que ela é a culpada pelo fim de seu relacionamento e resolve juntar dinheiro, se mudar pra São Paulo e recomeçar a vida. Recomeçar a vida significa tentar esquecer Edu, mas nem tudo saiu como ela esperava.

Preciso dizer a vocês que no começo do livro eu odiei Mariana. Uma menina fútil, insensível e egoísta que só falava de roupas caras, maquiagem e coisas sem valor. O tipo de pessoa vazia que é insuportável estar por perto. Além disso, nas 80 primeiras páginas, ela estava em um estado de autopiedade tão grande que me deu agonia, mas uma agonia tão imensa que tive vontade de entrar nas páginas do livro para estapeá-la e joga-la de uma ponte. Mas, acredito que a autora fez isso propositalmente. Explico. Como a narrativa é em primeira pessoa e é narrada por Mari, somos envolvidos por todos os sentimentos da protagonista e o ponto alto do livro é acompanhar as mudanças e o crescimento da mesma. Quando Mari reconheceu seus erros e resolveu mudar, o livro tomou um outro rumo e a história ficou tão envolvente que foi impossível parar de ler antes de terminar o livro.

Gente, que mulher mais azarada essa Mariana!!! Em um determinado ponto do livro eu fiquei com muita dó dela. Que maldade da autora com a personagem… Incrível como o leitor vivencia uma mistura de sentimentos por um mesmo personagem no decorrer da história. Você começa sentindo raiva, depois acha que está sendo pouco o sofrimento dela, daqui a pouco você se vê sentindo pena e por último está torcendo para que tudo comece a dar certo pra pobrezinha!

A narrativa é fluida, leve e envolvente. Vocês perceberam que não falei sobre Edu? Pois é, eu até que gostei dele, mas nesse livro a Mari rouba a cena e confesso pra vocês que apesar do Edu ser lindo, eu gostei mais do André… Leia o livro pra saber quem é ele!

Para quem curte o gênero esse é um ótimo livro. Ele vai mexer com suas emoções e adoro quando os livros fazem isso. Recomendo para você que está buscando uma leitura leve, divertida e envolvente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: