Resenha: Ligeiramente Escandalosos de Mary Balogh

Romance de Época. Uma leitura leve e deliciosamente escandalosa. Dentre os 3 livros da série, esse é o mais sensual e imprevisível!

cinco flores

Freyja Bedwyn é uma mulher diferente das outras damas da alta sociedade: impetuosa e decidida, ela preza a independência e a liberdade acima de qualquer coisa – até mesmo do amor.
Até que o destino lhe apresenta Joshua Moore, o marquês de Hallmare, um homem cheio de charme e mistério, dono de uma beleza estonteante e de uma reputação terrível. Quando ambos se encontram a caminho da pacata cidade de Bath, a química entre os dois é imediata.
Entre encontros e desencontros, conflitos e provocações, Joshua faz uma proposta inusitada: pede que Freyja finja ser sua noiva, para evitar que uma artimanha de sua tia o leve a se casar com a própria prima.
Para uma dupla que acha graça das convenções sociais, esta parece ser a oportunidade perfeita para se divertir. Mas a brincadeira acaba trazendo consequências inesperadas. Aos poucos, suas máscaras vão caindo e ambos se revelam pessoas bem diferentes do que aparentam.
Neste terceiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh se aprofunda ainda mais nos segredos e desejos dessa família incomum e extremamente sensual.

Link: Skoob | Comprar: SaraivaSubmarinoAmazon

Resenha

Ao fazer uma retrospectiva de 2015, percebi que li vários romances de época excelentes. Competindo lado a lado com a série da Julia Quinn, Os Bridgertons está a série Os Bedwyns. Duas famílias completamente diferentes, mas que arrebataram meu coração.

Ligeiramente Escandalosos é o terceiro livro sobre a família Bedwyn e devo confessar que não tinha noção do grande potencial desses personagens em me agradar, com a leitura do primeiro livro, Ligeiramente Casados. Gostei muito da leitura, mas me apaixonei pela série a partir do segundo livro, Ligeiramente Maliciosos. Estava muio ansiosa por essa leitura já que Freyja, dentre as mulheres Bedwyns, é a minha preferida.

Freyja é uma mulher impetuosa e independente que não se apega muito às convenções e imposições da sociedade. Com toda certeza é uma mulher muito à frente de sua época que cresceu junto aos irmãos lutando pra conquistar seu espaço. Como a família Bedwyn respeita muito uns aos outros, eles dão a liberdade de que Freyja necessita para ser feliz. Em meio a toda essa aparência de mulher forte (não se engane, ela é uma mulher forte), ela esconde a dor da rejeição por traz de uma máscara petulante.

Para ficar longe de uma situação que estava evitando a todo custo, nossa protagonista resolve aceitar o convite de uma amiga para passar uma temporada na pacata cidade de Bath. E é no percurso para essa cidadezinha entediante que ela tem seu primeiro encontro com Joshua Moore.

Josh é um patife encantador. Num primeiro momento ele me pareceu apenas mais um canalha bonito que não seria muito diferente de outros livros do gênero que li, mas conforme fui avançando a leitura, me apaixonei por ele. Por trás de um sorriso debochado ele esconde um… Não posso contar, infelizmente será spoiler!

Se você leu a sinopse vai saber que a tia de Josh resolveu armar uma armadilha pra ele que o levou a pedir Free que fingisse ser sua noiva. E aí você vai me dizer que esse é um tremendo de um clichê: um casal que finge noivar e acaba se apaixonando. Sim, concordo plenamente com você, mas quem foi que te disse que essa história é apenas isso? Isso é apenas o começo de uma história inusitada e fascinante.

Clichês a parte, a autora tem o dom de envolver o leitor e de criar tramas fascinantes. Além disso, Balogh sabe muito bem como criar reviravoltas para deixar o leitor de cabelo em pé. Sem sombra de dúvidas esse é o meu livro preferido até o momento. Estou louca para ler sobre Wulfric, o duque de Bewcastle, acredito que vai ser o melhor de todos da série.

Uma das coisas que mais me encantam na série é poder acompanhar o desenvolvimento dos outros personagens da família. Tanto dos que já vi nos outros livros, como dos outros que ainda virão. É sempre muito divertido quando essa família está reunida! O livro está mais do que recomendado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: