Resenha: Detalhe Final de Harlan Coben

Romance Policial. Com um personagem de humor ácido, Harlan Coben nos apresenta um delicioso suspense e depois de muitas reviravoltas somos nocauteados com a grande revelação. Uma história envolvente como só Coben sabe fazer.

cinco flores

O agente esportivo – e detetive ocasional – Myron Bolitar está num verdadeiro paraíso. Divide uma praia caribenha com Terese, uma mulher deslumbrante que acabou de conhecer – uma forma perfeita de se recuperar da perda recente de uma amiga querida.
Seu retiro é interrompido por Win, seu amigo e parceiro em inúmeras investigações. Ele não traz boas notícias: um dos clientes mais antigos de Myron, o problemático Clu Haid, arremessador dos Yankees, foi assassinado e a principal suspeita é Esperanza, melhor amiga e sócia de Myron.
De volta a Nova York, Myron está determinado a provar a inocência de Esperanza, mas os obstáculos são maiores do que imaginava. Para desvendar o crime, Myron terá de encarar o submundo nova-iorquino e abrir feridas antigas que podem ser o seu fim.
Com reviravoltas, cenas e diálogos inesquecíveis, temperados com um delicioso humor, Detalhe final tem tudo o que fez de Harlan Coben um fenômeno literário e vai surpreender o leitor até a última página.

Link: Skoob | Comprar

Resenha

Ultimamente tenho lido muitos livros de romance e estava com saudade de ler outros gêneros. Escolhi então (dentre a pilha quilométrica que tenho) um romance policial do Coben. O primeiro livro que li desse autor foi Seis Anos Depois e devo dizer a vocês que o homem sabe o que está fazendo quando o assunto é suspense. Detalhe Final é o sexto livro da série protagonizada por Myron Bolitar, porém, é o primeiro livro desta série que estou lendo, então se assim como eu você quiser lê-lo, não terá problemas. Tudo bem que algumas coisas abordadas nesse livro ficarão meio que no vácuo, mas isso não atrapalha em nada a sua compreensão da leitura.

Segundo algumas resenhas que li, Detalhe Final inicia logo após os últimos acontecimentos do livro anterior da série (Um Passo em Falso), então algumas pessoas podem sentir uma certa dificuldade em se ambientar com a trama, mas por aqui foi tudo tranquilo e em pouquíssimos momentos senti necessidade de uma maior explicação sobre fatos do passado. Consegui acompanhar tudo e compreender toda a história tranquilamente. Mas, depois dessa leitura, quero ler todos os livros dessa série!

Myron Bolitar é um personagem muito interessante. Quando está em situações complicadas usa de um humor ácido e juntamente com seu amigo (e companheiro de investigações) Win dão à trama uma boa pitada de humor. Ambos me arrancaram risos com seus diálogos inteligentes. Win com seu jeito psicopata de ser é ao mesmo tempo assustador e encantador. Não sei como ele é retratado nos outros volumes da série, mas neste aqui, senti que ele teve seu lado “amigo” mais bem apresentado. Não sei se foi só uma impressão, me corrijam se estiver errada. Os personagens são muito bem construídos e me senti muito próxima a eles. Quero ver mais sobre Big Cindy e Esperanza também!

Essa não é uma leitura cheia de ação. Ele tem um aspecto investigativo com um suspense delicioso que prende o leitor da primeira à última página. O autor é mestre nessa narrativa cheia de suspense e ele é o único autor (até o momento) que, mesmo dando pistas, não consigo desvendar o mistério antes dele ser revelado. Isso aconteceu nos dois livros que li do Harlan. Ponto para ele porque isso não é fácil!

O enredo, além de todo o clima de mistério, é cheio de reviravoltas. Você fica duvidando de tudo e de todos e em vários momentos se pergunta se Esperanza é ou não culpada pela morte de Clu. E quando você chega às últimas páginas onde o autor desvenda todo o mistério, você fica sem acreditar porque ele é totalmente inesperado. Esse autor é simplesmente sensacional em sua escrita e tem um jeito peculiar de fazer seus leitores mergulharem de cabeça em seus suspenses.

Essa leitura me proporcionou momentos de angustia, medo, apreensão e muitas risadas. Achei interessante o fato do autor fugir um pouco do convencional nos livros policiais. Myron não é um detetive. Ele é um agente esportivo (o esporte está presente em todos os livros da série) que atua como detetive em alguns momentos e é muito bom no que faz.

Não espere por ação nesse livro porque ela acontece em poucas cenas, mas sinceramente? Isso não faz falta nenhuma! Se você gosta de um bom livro policial, mas bom mesmo, comece a ler essa série. Está mais do que recomendado e tenho plena certeza que você se tornará fã do autor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: