Resenha – A Desconstrução de Mara Dyer de Michelle Hodkin

Suspense, Thriller Psicológico e Young Adult. Mara Dyer não pode ser classificado em apenas um gênero.  Ele é um livro fantástico que possui um suspense fascinante, um terror psicológico assustador e um romance para nenhum apaixonado colocar defeito. Os elementos da narrativa foram apresentados de uma maneira a agradar a gregos e troianos. Simplesmente ele entrou para a lista dos meus favoritos.

5estrelasSinopse: Um grupo de amigos… Uma tábua ouija… Um presságio de morte. Mara Dyer não estava interessada em mensagens do além. Mas para não estragar a diversão da melhor amiga justo em seu aniversário ela decide embarcar na brincadeira. Apenas para receber um recado de sangue. Parecia uma simples piada de mau gosto… até que todos os presentes com exceção de Mara morrem no desabamento de um velho sanatório abandonado. O que o grupo estaria fazendo em um prédio condenado? A resposta parece estar perdida na mente pertubada de Mara. Mas depois de sobreviver à traumática experiência é natural que a menina se proteja com uma amnésia seletiva. Afinal, ela perdeu a melhor amiga, o namorado e a irmã do rapaz. Para ajudá-la a superar o trauma a família decide mudar para uma nova cidade, um novo começo. Todos estão empenhados em esquecer. E Mara só quer lembrar. Ainda mais com as alucinações – ou seriam premonições? – Os corpos e o véu entre realidade, pesadelo e sanidade se esgarçando dia a dia. Ela precisa entender o que houve para ter uma chance de impedir a loucura de tomá-la….

Link: Skoob | Comprar

Resenha

mara dyer

Estou até agora me perguntando por que foi que não dei ouvidos à minha amiga e passei esse livro na frente de outras leituras.  Gostei tanto dele e tem tantos pontos para falar que não sei se conseguirei transmitir nessa resenha os meus sentimentos por Mara Dyer. Prometo que irei tentar.

A desconstrução de Mara Dyer – a trilogia em si – não pode ser classificada com um único gênero. Encontramos na leitura um suspense eletrizante, um thriller psicológico de deixar o cabelo em pé e um romance gostoso, porém nada meloso. Michelle Hodking reuniu os três gêneros num único enredo e numa narrativa em primeira pessoa, nos apresenta uma história fantástica. É impossível começar a ler Mara Dyer e não querer ler a próxima página para saber o que vem em seguida.

Abyss-of-the-Disheartened-photography-image-6

Mara é uma adolescente que passou por um trauma bem recente. Numa tacada só,  ela perdeu a melhor amiga, o namorado e por que não dizer também a sua sanidade?! Devido às suas perdas, resolveu mudar-se para outra cidade junto à família e recomeçar. Até aí, tudo bem… Todos queriam esquecer do que havia acontecido, menos Mara. Ela queria lembrar o que aconteceu, já que perdeu todas as memórias referentes àquele dia. Na nova cidade, precisou passar pelo estresse de uma nova escola onde encontrou pessoas nada agradáveis e o belíssimo Noah Shaw. Não bastasse tudo o que a garota estava passando, coisas estranhas começam a acontecer. Visões (ou premonições?), pessoas morrendo, fantasmas aparecendo… nossa protagonista não sabe se está alucinando, enlouquecendo ou se tudo aquilo é real.

aotd_04

A narrativa é tão deliciosa que não dá vontade de parar de ler. A autora brinca com o leitor. Em um capítulo você tem certeza que Mara é louca. No próximo você já acha que ela é sã e tudo aquilo é real. No seguinte você já fica se perguntando se é você quem enlouqueceu porque não está acreditando no que está lendo e vai formando suas teorias. Sinto muito em te informar, mas você terminará o livro sem ter certeza se a teoria que você formou e escolheu está mesmo certa. De uma coisa eu tenho certeza: não dá para confiar na protagonista.

Os personagens são fabulosos! Tanto os principais como os secundários, foram muito bem construídos. Mara e Noah são fascinantes. Mara Dyer é intrigante, instigante e sarcástica. Ao mesmo tempo que ela é frágil, ela também é forte. Pensamentos conturbados, delirantes e insanos saltam das páginas, já que ela é a narradora. Não tem como não se apaixonar por ela. Noah Shaw é o estereótipo perfeito do garoto mais lindo e popular da escola. Mas ele não tem só uma cara bonitinha. Noah é o bad boy mais apaixonante, misterioso e sacana que encontrei. Acho que ele está no mesmo nível que Daemon Sadi (Trilogia das Jóias Negras). Os protagonistas são maravilhosos, mas a família de Mara também é apaixonante.

– Você deveria dizer: “Só quero a sua felicidade. Farei o que for preciso, ainda que signifique ficar sem você”.
– Sinto muito – falou Noah. – Simplesmente não sou uma pessoa tão boa assim. p. 349

Nossa garota não é uma narradora confiável. O leitor não consegue ter certeza se o que ela faz, ou vê, é fruto de uma alucinação ou é real. Eis aí o que é mais fascinante nesse livro. O mistério e o suspense são nossos companheiros constantes. Se você for uma pessoa medrosa, não leia esse livro a noite. Lembre que já nas primeiras páginas uma tábua ouija é mencionada e onde há uma tábua ouija, com certeza coisas assombrosas irão aparecer.

heatherlandis08[6]

Depois de tanto nos fazer sofrer em todas as páginas do livro, a autora simplesmente resolve terminar sua última frase de uma maneira bombástica que me fez soltar um belo e sonoro PUTA QUE PARIU! Vocês não tem noção de como é desesperadora a vontade de correr para ler o segundo livro. Para minha sorte eu tenho o segundo livro e a primeira coisa que fiz foi correr pra começa a ler. Impossível não ler a continuação.

Mara-dyer-the-unbecoming-of-mara-dyer-33617940-400-286

Não sei se consegui passar nessa resenha os meus sentimentos em relação à Mara Dyer, mas posso afirmar que o livro é perfeito. Possui aquele toque de mistério e suspense que leva o leitor a analisar o que está acontecendo e criar teorias. Tem um romance na medida certa, sem muito nhemnhemnhem ou melodrama. Capítulos curtos que tornam a leitura dinâmica e rápida, apesar de existirem muitas informações a serem digeridas. A Desconstrução de Mara Dyer definitivamente agrada a gregos e troianos e está mais do que recomendado para quem gosta de todos os gêneros já citados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: