Resenha – A Herdeira das Sombras de Anne Bishop

Fantasia Dark. Verdadeiramente a trilogia das Jóias Negras mexe comigo de uma maneira singular. A partir do momento que abro o livro, me sinto totalmente e completamente inserida nesse universo criado por Anne Bishop, ao ponto de chegar a sonhar com ele. Com uma narrativa densa, personagens marcantes e uma história fantástica, essa trilogia se tornou uma das melhores leituras desse ano. Recomendado para maiores de 18 anos.

5estrelasSinopse:

Há 700 anos, num mundo governado por mulheres e onde os homens são meros súditos, uma profetisa viu na sua teia de sonhos e visões a chegada de uma poderosa Rainha. Jaenelle é essa Rainha. Mas mesmo a proteção dos Senhores da Guerra não impediu que os seus inimigos quase a destruíssem. Agora é necessário protegê-la até as últimas consequências.

Três homens estão dispostos a dar a vida por Jaenelle. Mas há quem seja capaz de tudo para controlar ou destruir a Rainha. Conseguirá ela cumprir seu destino como detentora do maior poder que o mundo já conheceu?

Link: Skoob | Comprar

Resenha

2014-11-16 17-05-06.136

Finalmente o segundo livro da trilogia das Joias Negras foi lançado no Brasil! A Herdeira das Sombras é a continuação de A Filha do Sangue e se você ainda não começou a ler essa trilogia, recomendo que leia primeiro a resenha de A Filha do Sangue para compreender algumas coisas que serão ditas nessa resenha.

Mãe Noite, que livro! Se o primeiro já foi bom, o segundo está ainda melhor. Continuando exatamente do momento onde o primeiro livro parou, somos levados a conhecer as consequências da armadilha na qual Jaenelle se enredou. Diante dos terríveis acontecimentos de Briarwood, arquitetados pelas antagonistas Dorothea e Hekatah, o Conselho das Trevas nomeia Saetan como tutor legal de Jaenelle. A criança-feiticeira, apesar de suas feridas no corpo estarem estabilizadas e se curando, permanece ainda por dois anos no Reino Distorcido.

A busca incessante pelo poder continua. Nesse segundo volume temos um maior vislumbre do que Hekatah – e seus aliados – é capaz de fazer para atingir seus objetivos. Incansável, a auto-proclamada Rainha do Inferno, tece suas teias de todas as formas para tentar controlar o poder de Jaenelle. Enquanto isso, Dorothea está numa busca frenética por Daemon, já que ela foi uma das responsáveis pela quebra do cálice da criança-feiticeira e sabe que o Sádico vai procurar por vingança. Toda a trama do livro baseia-se nesse jogo de poder. Em contrapartida, acompanhamos todo o desenvolvimento de Jaenelle até que a pequena menina de olhos azul-safira atinja a maioridade.

A narrativa continua densa, forte e com momentos que é necessário parar um pouco a leitura para respirar. Como a temática de Herdeira das Sombras é a ascensão da protagonista e a criação de sua Corte, senti que a autora mesclou no texto, momentos mais descontraídos. Dei várias risadas com as situações em que Saetan se viu metido (afinal, sua filha é uma adolescente), com a chegada dos amigos de Jaenelle ao Paço dos SaDiablo e com a interação dela com Lucivar.

Saetan se deteve a alguns centímetros de Jaenelle. Os olhos azul-safira encontraram os dele no espelho, e Saetan teve de se esforçar para manter uma expressão indiferente. Aqueles olhos. Límpidos e selvagens e perigosos antes de vestir a máscara de humanidade. E era uma máscara. Não era como a dissimulação a que se dedicava quando criança para manter em segredo o fato de ser uma feiticeira. Era um esforço deliberado para ser, simplesmente, humana. E isso o assustava.

Falando em personagens… Fogo do Inferno, como eu amo Saetan e Lucivar! Comentei na resenha de A Filha do Sangue que me apaixonei pelos três machos do núcleo principal de protagonistas e volto a confirmar isso. Senti MUITA falta de Daemon nesse livro, já que ele foi “deixado de lado” e meu coração ficou partido com o sofrimento dele. Entendi perfeitamente o que a autora quis fazer, principalmente no final do livro, mas ainda assim gostaria de ter visto uma maior participação de Daemon. Acredito que Daemon aparecerá com tudo no terceiro volume da trilogia. Por outro lado, ver Lucivar e Saetan interagindo foi emocionante. Lucivar é tudo aquilo que imaginei dele e mais um pouco. Os outros personagens que nos é apresentado também são encantadores.

A narrativa segue aquele padrão de divisão por Reinos e em 3ª pessoa, apresentando sempre a visão de Saetan, Lucivar e Daemon. Li algumas resenhas onde falam que sentem falta de saber o que se passa na mente da protagonista; pra mim é totalmente desnecessário. A narrativa dá muito certo da forma como está e consigo compreender os objetivos e emoções de Jaenelle da forma como é apresentado ao leitor.

Se no livro um a autora usou e abusou de temas pesados (pedofilia, homossexualismo, assassinato, incesto, etc), nesse segundo livro, de uma forma sutil, ela nos apresenta um tema mais leve: a criação de alianças e as consequências disso (sejam positivas ou negativas). E não é por ser um tema leve que a narrativa se torna menos densa. Não se engane querido leitor, já que toda moeda tem dois lados. Alianças com boas intenções geram coisas boas, mas alianças formadas com o intuito de obter poder geram guerras, genocídio e carnificina…  Tem muita cena forte, pode acreditar!

Toda aquela dificuldade que mencionei ter com o primeiro livro para me ambientar nesse universo, não existiu aqui. Totalmente familiarizada com o ambiente, devorei esse livro. Quase 500 páginas foram lidas em dois dias… Não é uma leitura rápida e nem fácil, mas é tão instigante, interessante e envolvente que não consegui parar de ler até terminar. Aliás, terminei a leitura da mesma forma como terminei o primeiro livro: num estado de excitação, euforia e desespero para ler a continuação.

Estou completamente apaixonada por essa trilogia e espero que o terceiro volume seja lançado em breve pela Saída de Emergência aqui no Brasil. 😀

Ficha Técnica

Título: A Herdeira das Sombras.
Série: As Joias Negras. – Livro 02.
Resenha do primeiro livro: Link.
Autora: Anne Bishop.
Editora: Saída de Emergência Brasil.
Numero de Páginas: 480.
Ano de Lançamento: 2014.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: