Resenha – A Elite de Kiera Cass

aelite

Ficha Técnica:

Edição: 1
Editora: Seguinte
Ano: 2013
Páginas: 360

Sinopse:

A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos.

 Link: Skoob | Resenha de A Seleção | Comprar

Resenha:

America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. E enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo — e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz.

America tem cada vez mais encontros com Maxon, passeios pelos jardins do palácio é o que ela mais gosta, pois, se sente livre. Maxon gosta de surpreende-la, como sabe que ela gosta de livros e histórias, a leva para conhecer a biblioteca do palácio que secreta, apenas os da família real tem acesso ao seu acervo. Ela por sua vez fica encantada e isso a deixa cada vez mais balança pelo príncipe, e ele a cada dia com mais esperanças de ganhar o coração de America. Mas ele precisa cumprir seu papel nessa seleção e também tem encontros românticos com as outras cinco candidatas, e como America não lhe dá a certeza que precisa, ele tenta encontrar outra possível princesa. E dessa forma ele acaba se aproximando mais de Kriss, que está completamente apaixonada pelo príncipe e sabe exatamente o que quer.

America fica enciumada e cheia de dúvidas achando que Maxon já não a quer mais, por causa de sua aproximação com Kriss, e tem medo de revelar seus sentimentos. Ela não quer ser a primeira a dizer que gosta de Maxon.

Mas em um dia passeando com o príncipe pelo palácio eles passam por guardas que fazem a segurança do castelo e quem ela vê diante deles…Aspen, ele agora fazia parte da guarda real. E isso a deixa muito confusa. America fica entre a descoberta do que sente por Maxon, o antigo amor que sente por Aspen e a possível vida como princesa e futura rainha que requer grandes responsabilidades nas quais ela não se acha capaz e a vida simples que tinha e poderia continuar tendo com Aspen, cuidando da casa, tocando seu violino e cantando em apresentações nas festas. Ela está muito dívida e tem medo de tomar a decisão errada.

Mas seu pai sempre a aconselha, e lhe mostra que ela é mais capaz de ser uma boa rainha do que ela imagina.

Essa parte do livro é angustiante porque ficamos na torcida de sua decisão ser ficar com o príncipe, e Aspen aparece para deixar essa decisão mais tensa. E Maxon precisa agir como o príncipe que é e na maioria das vezes America não entende as decisões e escolhas dele, acaba ficando com raiva e chateada o afastando cada vez mais dela.

a-elite-banner

Maxon agora tem 6 candidatas e precisa eliminar mais alguém, ele não pode arrastar a seleção por muito mais tempo.

America quer que ele elimine Celeste sua “inimiga”. Celeste é modelo, sabe usar seu charme e beleza quando precisa e joga baixo com as outras candidatas para ficar à frente da coroa. Mas Maxon não quer saber, ele não quer ouvir America e isso causa uma outra discussão entre os dois, no qual se afastam mais. Eles já não se veem mais como antes, os encontros agora são poucos.

Mas Maxon promove uma festa de Hallowen que deixa America maravilhada, com todas as fantasias, a comida, a decoração, as danças e o mais importante as famílias das selecionadas podem participar da festa. Ela se sente imensamente agradecida a Maxon, por promover a festa e permitir que vejam suas famílias. E quando Maxon a tira para dançar, ele diz a ela que basta ela dizer sim que ele acaba com toda essa seleção, porque ela é a escolhida dele.

Essa parte é muito, mas muito emocionante. E quando ela tem certeza de que é isso que ela quer, ser a princesa de Maxon, sua melhor amiga e selecionada Marlee é pega com um guarda em pleno romance e os dois são castigados por traição ao rei e expulsos do palácio sem poder ter contato com suas famílias. Isso a faz odiar Maxon, por achar que ele seria tão baixo a deixar que uma pessoa seja castigada com uma surra de chicotes e expulsa, sendo condenada a não falar e nem ver mais sua família.

Esse é um novo contra tempo entre eles, faz America se afastar novamente do príncipe até ela descobrir o que ele realmente fez e porquê.

Esses encontros e desencontros vão nos deixando loucas ao decorrer do livro, pois, ao mesmo tempo que morremos de amores por Maxon, passamos a odiá-lo, e depois gostamos dele novamente, é uma chuva de emoções.

E nessa grande batalha Maxon, continua dando tempo a America, para que ela veja que ele a quer, e que ele tenta ser o mais justo possível em suas decisões, mesmo em momentos que pareçam que ele não é. Ele só pede que ela confie nele e tome sua decisão para que ele possa terminar com a seleção.

O segundo livro é bem intenso, cheio de incertezas, e nos faz ir do amor ao ódio com o decorrer da história. É excelente leitura.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: