Quote de Quinta #14

Como eu tenho pouquíssimo tempo disponível para ler, tenho evitado ler livros muito grossos. É gente, ter um blog literário significa que nem sempre é possível ler aquilo que se tem realmente vontade. porém, algumas obras clamam para que abramos uma exceção e Outlander, a viajante do tempo é uma delas.

Solicitei o livro à Editora Saída de Emergência e não me arrependi de maneira nenhuma. Que livro fantástico! A autora escreve de uma maneira tão envolvente que me sinto como se realmente estivesse nas Terras Altas.

Separei algumas quotes e quero compartilhar com vocês. Vem comigo!

capa_Outlander_lombada41mm.indd

Mo duinne? – perguntei, um pouco perturbada pela intensidade de suas palavras. Não queria ser responsável por qualquer derramamento de  seu sangue, última ou primeira gota.

– Significa “minha morena”. – Levou uma mecha dos meus cabelos aos lábios e sorriu, com uma expressão nos olhos que fez com que todas as gotas do meu próprio sangue começassem a perseguir umas às outras em minhas veias. – Mo duinne – repetiu ele docemente. – Há muito queria chamá-la assim. p. 297

Um leve rubor tomou conta dos lóbulos de suas orelhas enquanto traduzia:

Permita, então, que beijos apaixonados permaneçam

Em nossos lábios, comece a contagem

Até mil e cem

E mais cem e mais mil. p. 335

Link: Skoob | Comprar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: