Primeiro Parágrafo de… Roleta Russa

SAM_1257

Hoje é dia de deixar vocês com aquela sensação de quero mais e com água na boca!

O Primeiro Parágrafo de hoje é de Roleta Russa, um livro policial da Editora Arqueiro. O livro é fantástico. Me conquistou pela capa, a princípio, e logo em seguida pela narrativa. Ele também possui uma das personagens femininas que mais gostei em toda literatura policial que já li. Pense numa mulher sensacional!

Após doze horas de RDV (Rota para Detecção de Vigilância), Nathaniel Nash não sentia nada da cintura para baixo. As pernas eram toras de madeira que percorriam os paralelepípedos de uma rua secundária de Moscou. A noite já caíra havia muito e ele ainda provocava os vigilantes russos, tentando atraí-los para fora da toca. Até o momento, nada – nenhuma unidade se esgueirando pelos cantos, ninguém rastejando no chão ou surgindo repentinamente das esquinas atrás dele, nenhuma reação a seus movimentos. Será que não havia mesmo ninguém? De acordo com a natureza do Jogo, não detectar operações de vigilância era pior do que se descobrir cercado por espiões.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: