Resenha – Supernatural Nunca Mais de Keith R. A. Decandido

SAM_0841

Romance Sobrenatural. Fãs de Supernatural puxem suas cadeiras e vamos ler um episódio! Lendo esse romance, me senti como se estivesse assistindo a um dos episódios da série e acredito que é assim que todo fã vai se sentir ao ler o livro.

(…) “Você disse que eram das histórias de Edgar Albert Poe, né?”
“Edgar Allan poe, sim”.
“Aham, que seja. Ele é o cara que escreveu “O Corvo”, certo?”
Olhando para seu irmão de soslaio, Sam disse, “Você já leu um poema?”
“Teve um episódio nos Simpsons uma vez. Ei, vamos, mova-se vai!” Dean gritou subitamente para o carro que estava na frente deles. “Jesus você não tem que deixar um espaço de cinquenta carros entre você e o cara da frente?” De novo, ele bateu no volante.
“Juro por Deus, essas pessoas acharam suas carteiras de motorista numa caixa de Sucrilhos.” p. 17

Geralmente os livros inspiram a criação de séries ou filmes. No caso dos livros de Supernatural, a inspiração foi ao contrário. Todos os livros foram inspirados na série e temos algumas obras já publicadas (manuais e diários), inclusive tem resenha do Diário de John Winchester aqui no blog. Supernatural-Nunca Mais é o primeiro Romance inspirado nas histórias dos irmãos Winchester.

Sendo o primeiro romance lançado dentro da temática da série e o primeiro a ser lançado aqui no Brasil pela Editora Gryphus, detentora dos direitos de tradução, o livro narra a visita de Dean e Sam a Nova York, a pedido de Ash, para investigar um caso onde um roqueiro local (amigo de Ash), estava sendo assombrado por uma banshee que implora por amor.

Ao enfrentar o trânsito caótico da cidade grande – que deixou Dean de péssimo humor -, os irmãos chegam ao local e acabam esbarrando em um outro caso, no mínimo macabro. Alguém está recriando cenas de poemas de terror escritos por Edgar Allan Poe, um escritor americano que viveu entre 1809 e 1849, com a intenção de fazer um ritual para ressuscitar o autor.

A casa de Manfred é o paraíso para Dean. O roqueiro possui uma coleção de discos de vinil das bandas que Dean mais curte como Metallica, Deep Purple, Led Zeppelin, AC/DC, Pink Floyd, etc. Enquanto eles seguem com as investigações, Dean se aproveita do local. No caso da garota fantasma carente, tudo parecia fácil de ser solucionado. Achar o corpo, salgar e queimar os ossos, algo tão simples no trabalho dos irmãos… porém, Manfred não tem boa memória e não tem ajudado muito… para descobrir mais sobre a garota, os irmãos precisam visitar o bar Estacione Atrás e “curtir” o show da banda Scottso mais tempo do que Dean gostaria.

Em contrapartida, o caso Poe tem sido um desafio e tanto! Com a ajuda (mesmo sem querer) de uma policial e um acadêmico estudioso de Allan Poe, os irmãos tentam desvendar os mistérios, descobrir quem é o assassino, impedir que o ritual seja feito e ainda impedir que mais pessoas sejam assassinadas. Será que eles vão conseguir reescrever o final dessa história e parar o serial killer?

“Me ame!”

Sam rodopiou e viu o rosto de uma mulher loira oxigenada que estava voando em todas as direções – e não pôde evitar de pensar que era um pouco ridículo que o espírito da mulher tivesse cabelo pintado – e também um corpo, mas nenhum braço ou perna visíveis. Seus ombros e quadris apenas iam desaparecendo no ar. Ela flutuou pelo corredor em direção a ele e Dean, sua boca escancarada com a gargalhada, seus olhos parecendo um pouco dementes. Seu  corpo inteiro também era transparente – o que não acontecia com todos os espíritos, mas esse mal tinha qualquer substância. Um bando de espíritos – principalmente os raivosos – podia manifestar-se fisicamente, mas essa mulher parecia concentrar  a maior parte de sua energia ectoplasmática em rir e em querer ser amada. p. 84

 Link: Skoob | Comprar

Resenha

Sou uma fã da série e apaixonada por Sam e Dean. Não tem como, após 9 temporadas, não conhecer os trejeitos de cada um  e suas particularidades. De verdade, esse livro é feito para quem é fã. A autora se preocupou em transmitir a personalidade dos dois, tal qual vemos no seriado e ela acertou em cheio. Consegui visualizar as caretas de Dean, o sorrisinho cínico de Sam e a forma que cada um fala. Não tenho do que me queixar quanto a isso.

Quanto a história ela está muito bem amarrada. Tem suspense, comédia e tensão na medida certa. As respostas foram surgindo nos momentos certos e me senti como se estivesse assistindo a um dos episódios de Supernatural. Bem, esses meninos já tem um rosto bem definido em minha mente, então foi bem fácil me situar no ambiente. Confesso que fiquei um pouco com medo ao começar a ler o livro. Medo de ler algo muito diferente do que estou habituada a assistir, mas não foi esse o caso. A narrativa está bem perfeitinha.

Como falei anteriormente o livro foi feito para quem já assiste a série. Quem nunca teve nenhum contato com Supernatural, vai entender o livro? Sim. Porém, muita coisa vai ficar sem sentido, pois a narrativa cita alguns casos passados e personagens que só conhecemos através da série, como Cassie, Hellen, Jo e o próprio Ash. Se você pretende ler esse livro, recomendo que  assista pelo menos as 2 primeiras temporadas antes, já que o livro se passa entre os episódios 8 “O blues da encruzilhada” e 9 “Croatoan”. Assim você compreenderá bem a história e não pegará nenhum spoiler. Mas, se você não quiser assistir e só ler o livro, leia, não será de todo ruim. 🙂

A diagramação do livro foi algo que me deixou profundamente desgostosa. Folhas brancas, capa sem orelha, erros ortográficos, erros na tradução, diálogos com aspas ao invés do habitual travessão, …  A obra precisa de uma revisão urgente! A editora precisa melhorar na qualidade desse livro que mais parece uma edição econômica (de má qualidade). A capa está bacana, chama atenção e apesar desses “problemas” não deixei de gostar do livro. Minha leitura foi atrapalhada só um pouquinho, pois senti certa dificuldade nos diálogos, devido a separação por aspas.

Resumindo: A trama foi muito bem desenvolvida e fiquei presa até o final da leitura. Li o livro em 1 dia e ainda estava faltando energia aqui em casa! Muito recomendado para quem é fã da série e quiser ver “um episódio extra” de Supernatural. Para quem não é fã, recomendo a leitura e que comece o quanto antes a assistir à série. Eu daria 4 estrelas para o livro.

1798580_10202103727028447_6328140292819967395_n

Se você é fã do gênero Sobrenatural, Supernatural é uma ótima pedida!

[important]Minha Nota: 8,0 – 4 Estrelas[/important]

Ficha Técnica

SUPERNATURAL_NUNCA_MAIS_1381030233PLivro: Supernatural Nunca Mais
Autora: Keith R.A. Decandido
Tradutor: Bruna Rötzsch
Editora: Gryphus
ISBN: 9788560610884
Páginas: 194

Link: Skoob | Comprar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: