Resenha – A mulher silenciosa de A. S. A. Harrison

Suspense Psicológico. Definitivamente esse livro merece 5 estrelas. Ele é um suspense muito bem escrito e a autora acertou em cheio ao revelar o grande mistério no início, desenvolver a trama de uma maneira muito inteligente e apresentar um final digno de suspense Best-seller! Esse é o típico livro que vai dividir a opinião das pessoas.

5estrelasJodi e Todd estão juntos há 20 anos e, aparentemente, levam uma vida invejável. Todd é um empreiteiro bem-sucedido que pode bancar alguns luxos, como o enorme apartamento com uma vista deslumbrante para o lago, um Porsche (dele) e um Audi (dela) na garagem, e o estilo de vida de Jodi. Psicoterapeuta, ela atende em casa apenas dois clientes por dia, e tem tempo de sobra para as sessões de pilates, as aulas de arranjos florais, os passeios com Freud, o golden retriever do casal, e o preparo das refeições gourmet de que tanto gosta. Jodi ainda fica ansiosa ao ouvir a chave do marido abrindo a porta. Todd diz que nunca encontrará uma mulher igual a ela.

Essa fachada perfeita, porém, está prestes a ruir. Todd é um adúltero incurável, e Jodi sabe disso. Ela é a esposa silenciosa, preparada para tolerar as traições do marido com o intuito de manter as aparências. Até que Todd sai de casa – para viver com uma mulher com metade da idade dela, filha de seu melhor amigo. Magoada, humilhada e, por fim, financeiramente abalada, Jodi começa a contemplar o assassinato como uma opção razoável.

Contado alternadamente nas perspectivas dele e dela, ‘A mulher silenciosa’ é um livro sobre um casamento à beira do fim, um casal na direção da catástrofe, concessões que não podem ser feitas e promessas que não serão cumpridas. Um thriller psicológico sofisticado, que seduz o leitor desde a primeira página.

Link: Skoob | Comprar

Resenha

10369913_10202267081152198_5897108652887231399_n

Esse é um livro com um tema polêmico, que divide as opiniões e devo confessar que polêmica é um prato cheio pra mim.

Antes de começar a resenha em si, gostaria de salientar duas coisas: 1 – O livro tem sido comparado com “Garota exemplar“, porém a única coisa em comum entre os dois livros é o tema: casamento; 2 – Se você está esperando um livro cheio de ação, não espere muito, pois o ponto principal aqui é o desenvolvimento psicológico dos personagens.

Ao iniciar a leitura, já no primeiro capítulo, descobrimos que vai haver um assassinato. Opa, algumas pessoas podem achar que a trama desenvolve-se a partir de um assassinato e não é bem verdade. Achei fantástica a proposta da autora em revelar já de cara o grande mistério e mais fantástico ainda, a forma como ela trabalhou o lado psicológico dos personagens até chegar o grande momento. Apesar de saber que o crime aconteceria e tudo caminhar para ser exatamente aquilo que eu estava imaginando que seria, me surpreendi com o final! Ponto positivo para a autora.

Apesar de preferir livros com mais ação, a narrativa me prendeu de tal forma que não conseguia parar de ler. O livro é narrado em terceira pessoa e de forma intercalada entre Ele e Ela. Conhecemos a visão de Todd (o homem) e Jodi (a mulher) de maneira separada, relativa ao seu relacionamento. A autora  nos apresenta e molda a relação do casal de uma maneira maravilhosa. Como leitora gostei bastante  da narrativa não seguir uma ordem cronológica e os fatos vão sendo apresentados conforme os personagens recordam de acontecimentos passados, no presente. Gradativamente, nos aprofundamos e conhecemos o psicológico dos dois. Uma narrativa muito bem detalhada que pode agradar a uns e aborrecer a outros. Eu gostei.

Preciso dedicar um parágrafo para cada personagem. Tenho uma relação de amor e ódio com eles. Me identifiquei demais com Jodi e preciso explicar um pouco o que acho sobre as atitudes dela.

Jodi, a “mulher silenciosa” é uma psicoterapeuta inteligentíssima, sabe das traições do marido e ainda assim, aceita tudo calada.  Dedica a maior parte do seu tempo para os afazeres domésticos, atende apenas 2 clientes por dia para ter mais tempo de ir a academia, passear com Freud (o cão) e preparar as refeições para Todd. Ela, faz tudo para manter o seu casamento em perfeita harmonia. Sempre que Todd pula a cerca, ela prepara pequenas vinganças e se satisfaz com isso. Jodi sabe que o marido a ama e essas aventuras extraconjugais são passageiras, sendo assim,  prefere se calar e fingir que nada aconteceu. Essas atitudes de Jodi chocaram a maioria das pessoas que fizeram resenha sobre esse livro. Bem, me identifiquei muito com ela. Sinceramente não a acho uma mulher fraca, submissa. Muito pelo contrário! Jodi é uma mulher segura de si, forte, decidida e sabe muito bem diferenciar amor de sexo. Quando ela resolveu casar com Todd, sabia como era o caráter dele e sabe também que não se pode mudar as pessoas. O marido tem uma “necessidade” de sair com outras mulheres, ela apenas aceita isso numa boa e tem plena consciência que ele voltará para ela. E foi assim durante 20 anos… No lugar dela, eu agiria da mesma maneira.

Todd, ah o Todd… o desenvolvimento desse personagem durante a narrativa me levou a odiá-lo. Odiá-lo por ele ser um adúltero? Não, de maneira nenhuma esse foi o motivo. Meu ódio por ele começou quando ele se tornou um verdadeiro filho da puta! Fiquei contando as páginas e torcendo para que ele morresse. Não sei se isso foi proposital da autora, pois a forma como ela colocou o ponto de vista dele nos obriga a odiá-lo. Ele é um tremendo de um babaca e conheço algumas pessoas como ele… Acho que essa é a primeira vez que me deparo com um personagem no qual tenho tanto asco! Ele é um cretino, dissimulado, mentiroso e acha que está certo e que as pessoas não o compreendem. Além disso ele é frio, calculista e de certa maneira cruel. Todd… MORRA!

Apesar do livro ser classificado como um suspense, ele não faz suspense em nada e ainda assim o leitor acaba preso em toda a trama e quer saber como será o fim dessa relação fracassada. Achei isso fantástico. Tenho plena consciência de que essa leitura não agradará a todos, mas pra mim ela deu muito certo. O livro é MARAVILHOSO  e está mais do que recomendado. Fiquei extremamente feliz pelo primeiro livro que ganhei em um sorteio ter sido um livro tão bom quanto esse.

E, essa relação de amor e ódio com os personagens, apenas Freud explica!

5estrelas

Ficha Técnica

Título: A Mulher Silenciosa
ISBN: 9788580575224
Autor: A. S. A. Harrison
Páginas: 256
Edição: 1ª
Tipo de capa: Brochura
Formato: Livro
Editora: Intrinseca
Ano: 2014
Assunto: Literatura Estrangeira – Suspense Psicológico
Idioma: Português

Link: Skoob | Comprar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: